Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dropshipping: é ilegal? Descubra tudo o que você precisa saber!

Tempo de leitura: 13 minutos

Você sabia que já existem muitos empreendedores vivendo de dropshipping no mundo?

No Brasil, esse formato de negócio está ganhando força, justamente por ser uma atividade rentável, de despesas baixas e que pode gerar lucros consideráveis.

Entretanto, muitos dizem que a prática é ilegal. 

Porém, será mesmo?!

O dropshipping costuma ser uma ótima forma de empreender no mercado digital, pois não oferece grandes riscos financeiros.

Além disso, lhe permite desfrutar de liberdade, flexibilidade e autonomia na jornada, pois, quem opta por essa atuação empreendedora, basicamente, necessitará de um computador para fazer o negócio funcionar.

Como é uma tendência relativamente nova, não são todas as pessoas que começam a operar de maneira regularizada. 

E isso, muitas vezes, por falta de informação

Esse tipo de atitude pode gerar consequências desagradáveis, além de comprometer o seu empreendimento.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar melhor o que é dropshipping e o principal: como regularizar essa operação para ficar em dia com o fisco.

Veja os tópicos que a Soluzzi preparou especialmente para você a seguir

  • O que é dropshipping
  • Dropshipping: vantagens e desvantagens
  • Dropshipping Nacional e Internacional
  • E-commerce: o dropshipping é estratégia de logística
  • Regime Tributário: qual escolher para atuar com o dropshipping?
  • Soluzzi: contabilidade especializada em mercados digitais

O que é dropshipping?

Dropshipping é uma prática que consiste na venda de produtos de terceiros através de um e-commerce  loja virtual, por exemplo. Ou seja, você cria um negócio eletrônico para vender produtos de um ou mais fornecedores sem a necessidade de estoque. Além disso, o processo de entrega fica nas mãos desses próprios fornecedores.

Isso significa que você trabalha em parceria com os fornecedores que possuem estoque e realizam as entregas. 

O e-commerce funciona como uma vitrine e o empreendedor digital faz a intermediação.  

Assim que o cliente realiza a compra, as informações são repassadas para o fornecedor.

Observação: saiba que ainda não há uma legislação específica e que possa ser aplicada para regulamentar essa atividade no Brasil.

Mas isso não significa que é uma operação ilegal, ok? 

Significa que você precisa ter atenção redobrada para se regularizar e, se possível, contar com ajuda profissional especializada desde o começo do negócio (falaremos mais sobre isso ao longo do artigo).

Veja um vídeo especial que preparamos para você sobre dropshipping logo abaixo:

Mais do que entender o que é dropshipping, as principais vantagens e desvantagens também precisam estar no seu radar empreendedor

Dropshipping: vantagens e desvantagens

dropshipping - Soluzzi

No dropshipping, podemos destacar inúmeras vantagens, mas também há desvantagens.

Descubra quais são essas vantagens e desvantagens a seguir:

Vantagens

Entretanto, o principal dentre eles é o fato de que você não precisa se preocupar com o estoque e nem com o processamento de pedidos.

Descubra outras vantagens logo abaixo:

  • Os pedidos são enviados pelo fornecedor, mas, normalmente, com a marca do seu e-commerce (há exceções);
  • Você não precisa de muito investimento para começar e nem para manter a loja virtual;
  • Você tem mais tempo para desenvolver outras demandas do e-commerce, já que não precisa se preocupar com estoque e nem entregas;
  • Você tem muito mais mobilidade para trabalhar;
  • A oferta de produtos é maior, ou seja, você pode ter um catálogo amplo sem se preocupar com estoque.

Desvantagens

  • Como os produtos não são seus, outras pessoas podem revender por meio do dropshipping;
  • Você precisa ter em mente que a reputação do seu negócio depende muito do fornecedor;
  • Pode ser difícil vender um produto que não é seu;
  • Problemas de logística podem acontecer e você precisa estar preparado(a) para isso;
  • Investimento em um bom site.

Porém, assim como em todo negócio, com planejamento e atenção, é totalmente possível contornar esses obstáculos

Descubra como fazer isso a seguir:

  • Ao realizar o dropshipping, a competição pode ser maior e as margens de lucro serem menores. Para contornar isso, você precisa oferecer valores além do preço, tais como: instruções fáceis sobre o uso dos produtos, fotos com boa qualidade, bom atendimento, etc;
  • Para cuidar da reputação do seu negócio, é preciso ter atenção e escolher fornecedores confiáveis;
  • Para não correr risco com a aquisição e entrega dos produtos, pois é bem arriscado depender de apenas um fornecedor, principalmente por questões de estoque, busque outros parceiros que forneçam os produtos ofertados no site;
  • Nem todo fornecedor vai arcar com as falhas, por isso você precisa estar disposto a fazer o que for preciso para resolver o problema com o seu cliente. Lembre-se: o fornecedor é responsável pela logística, sim, mas é você que responde e soluciona os problemas dos clientes;
  • Como qualquer e-commerce/loja virtual de sucesso, você vai precisar investir em um bom site, em marketing e em atendimento de qualidade. Ou seja, esteja atento às ferramentas que facilitem as suas atividades para otimizar os seus processos.

Uma dica importante: busque informações, estude e dedique o seu tempo para se especializar nesse modelo de negócio. As próprias plataformas que já trabalham dessa maneira, como Mercado Livre (o Mercado Livre não aceita dropshipping internacional) e Shopify, oferecem conteúdos muito bons para quem está começando.

Dropshipping Nacional e Internacional

Há 2 tipos de dropshipping, um nacional e o outro internacional.

Conhecer ambos é necessário para que você possa avaliar a melhor forma de intermediar a venda de produtos entre os fornecedores e clientes.

E além disso aumentar a receita do seu negócio.

Portanto saiba mais sobre cada um desses tipos a seguir:

Dropshipping Nacional

Esse tipo de dropshipping ocorre quando o fornecedor, como o próprio nome sugere, está presente em território nacional.

Essa prática tende a ser interessante quanto a questão da entrega, visto que o produto está no próprio país, logo, tende a ser entregue mais rápido.

Entretanto, o preço cobrado pelo produto tende a ser mais alto em alguns casos, por exemplo: uma empresa fornece produtos que foram adquiridos no exterior revendidos através da prática do dropshipping.

Dropshipping Internacional

Ocorre quando o dropshipping é feito com clientes de fora do país.

Nesse caso, os preços dos produtos tendem a ser mais baixos, principalmente se forem adquiridos da China, mas o tempo de entrega tende a ser maior do que o do dropshipping nacional.

CNAE: isso pode determinar o seu Fracasso no dropshipping

dropshipping

Ao atuar com o dropshipping, saiba que optar pela Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE) correta fará toda diferença para o seu negócio e livrará você de enrascadas junto ao Fisco.

O código CNAE é responsável por definir a melhor atividade ou grupo de atividades para o seu empreendimento.

Ele se divide em 2 tipos:

  • CNAE Primário: representa a principal atividade desenvolvida pelo seu empreendimento. É aquela que gera mais receita;
  • CNAE Secundário: representa as demais atividades desenvolvidas pelo seu empreendimento. É aquelas que geram receitas complementares à principal.

O código CNAE é composto por 7 dígitos e suas subdivisões indicam a atividade ao qual faz parte.

Observação: a CNAE determina também os regimes tributários que você poderá escolher para o seu negócio.

Bom, agora que você já tem mais informações sobre o que é CNAE e sua relação com o dropshipping, quero te auxiliar com a regularização, que é o seu foco. 

O ideal é que essa regularização seja feita logo no começo

Para isso, o passo mais importante é escolher a CNAE mais adequada.

Quando você for abrir a sua empresa, o CNAE certo para o dropshipping é 7490-1/04 (atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários)

Observação: se algum profissional indicou promoção de vendas ou se você leu em algum lugar essa recomendação, cuidado, pois isso está errado!

Se você não acredita, veja alguns motivos pelos quais você NÃO deve utilizar o CNAE de promoção de vendas:

  • Essa CNAE inclui a atividade fulfillment, que significa entrega de panfletagem;
  • A atividade ocorre em um ponto de venda físico;
  • Promoção de vendas não permite abater o valor pago pelo cliente.

Nada a ver com o dropshipping, né? 

Por isso, zele pela segurança do seu negócio, confie em quem é especializado em intermediação de negócios.

Regime Tributário: qual escolher para atuar com o dropshipping?

Já com relação ao regime tributário, o ideal é que a operação de dropshipping seja tributada pelo Lucro Presumido. 

Não recomendo que você opere como pessoa física e nem como MEI.

Essa parte burocrática não é fácil e pode confundir mesmo, principalmente para quem está começando. 

Por isso, o cenário ideal é aquele onde você desfruta de um suporte profissional especializado desde o começo.

Esse acompanhamento é fundamental para que você mantenha a contabilidade em dia e tenha tempo para se preocupar com outras demandas da sua empresa.

Sem falar que você elimina os riscos de operar de maneira irregular

Porém, atenção: não é todo profissional de contabilidade que faz esse trabalho. 

Por isso, procure por profissionais que dominem as exigências dos mercados digitais e sejam especializados nos trâmites exigidos para a atuação devida neles.

Soluzzi: contabilidade especializada em mercados digitais

dropshipping

A Soluzzi Contadores é especializada em negócios digitais, por isso a gente sabe o que é preciso para a sua contabilidade estar em dia sem limitar o seu crescimento.

Nosso time vai ajudar você a pagar o mínimo de impostos possível e tudo dentro da lei, em conformidade com as necessidades do seu negócio.

Quer saber como isso é possível?

Analisando todos os fatores internos e externos relacionados à contabilidade da sua empresa, para que você não tenha risco de ser penalizado e nem de pagar impostos a mais.

Deixe a parte burocrática do seu negócio com a gente! 

Fale com um de nossos especialistas para tirar todas as suas dúvidas e para saber mais sobre o nosso trabalho:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Nossos endereços

Matriz:
R. Jose Gonçalves de Moraes, 153
João Berbel III – Cravinhos/SP
Cep: 14140-000
CRC: 2SP041251/O-0

Filial:
R. José Leal, 549
Alto da Boa Vista – Ribeirão Preto/SP
Cep: 14025-260
CRC: 2SP043269/O-4

Não deixe seu negócio sem uma CONTABILIDADE ESPECIALIZADA

Solicite uma proposta agora!