O que é storytelling e como essa habilidade pode melhorar as vendas do seu produto digital

Tempo de leitura: 10 minutos

Você pode ter o melhor produto digital que a internet já viu, mas se você não souber como transmitir essa ideia para a sua audiência da melhor maneira, dificilmente as vendas vão cair do céu. É por isso que narrativas envolventes costumam fazer sucesso – você como consumidor(a) pode confirmar essa teoria, se já comprou algo graças aos bons argumentos que foram apresentados. Essa habilidade de contar histórias focada em vendas é justamente o que vamos buscar explicar para você hoje: afinal, o que é storytelling?

Storytelling é uma famosa técnica narrativa que conta histórias por meio de um enredo envolvente e personagens cativantes com o objetivo de chamar a atenção do leitor e despertar sentimentos de empatia, identificação e curiosidade. Essa proximidade acaba resultando em um aumento das vendas, já que o cliente se sente mais convencido e confiante em realizar a compra.

Essa técnica pode ser aplicada em diferentes tipos de conteúdo, como anúncios, e-mails, blogposts e redes sociais. E como estamos rodeados de uma enorme quantidade de conteúdos, vale a pena apostar em estratégias que possam ajudar você a se destacar frente a seus concorrentes e não ser apenas mais um produto digital.

O que é storytelling

Para entendermos bem o termo, nada como olhar a tradução: storytelling é a “ação de contar ou escrever histórias”. E quando o objetivo é vender algo, é preciso ir além da criação narrativa.

Essa técnica está sendo cada vez mais usada no marketing digital, por ser uma maneira de comunicar uma ideia com palavras e recursos visuais em uma narrativa com começo, meio e fim. Uma estratégia poderosa para estabelecer um bom relacionamento com leitores e potenciais clientes, algo que sabemos ser muito valioso no mercado digital.

E se você está se perguntando por que contar uma história pode ajudar nas vendas do seu produto digital, a resposta é relativamente simples: nosso cérebro tem mais facilidade para reter histórias do que para reter dados. Isso acontece pois narrativas assim acabam ativando partes do cérebro associadas à visão, som, gosto e movimento, o que pode influenciar no momento de escolher entre um produto e outro.

Dados também são importantes, é claro, mas entenda que histórias podem humanizar certo produto ou serviço ao aproximar a marca e consumidor. Ao se identificar com a sua história, o potencial cliente percebe que segue os mesmos passos e assim consegue visualizar como o seu produto digital é uma solução eficiente. Ou seja, esse consumidor entende que você, como criador desse infoproduto, passou por um problema e agora tem a solução.

Consegue perceber essa dinâmica?

Se você ainda não se convenceu, vamos deixar aqui três motivos para você começar a estudar mais sobre o que é storytelling e colocar essa técnica em prática para melhorar as vendas do seu produto digital:

#1 Conexão mais forte entre pessoas e produtos – é mais fácil a gente se sentir conectado quando a mensagem é contada por meio de uma história envolvente e emocionante. Essa identificação, além de ajudar a conquistar, vai também ajudar a fidelizar clientes.

#2 Uma maneira mais sutil de promover o produto digital – propagandas invasivas não são mais tão bem aceitas entre os consumidores. Assim, o storytelling ajuda a deixar essa divulgação mais humanizada, real e sutil.

#3 Engajamento – ter uma audiência engajada é o que todo empreendedor digital deseja. Afinal, quanto mais engajamento, mais reconhecimento sua marca e seus produtos terão.

o que é storytelling

8 dicas para aplicar o storytelling em seus conteúdos

Conheça os tipos de storytelling

Podemos dizer que não existem regras para o storytelling, mas para você ter como base, é importante saber que existem dois grandes tipos. A jornada do herói é o tipo mais comum e certamente você já se deparou com textos assim. Basicamente o “herói” sai da sua zona de conforto e soluciona um problema. Uma jornada não linear e repleta de desafios que vai valorizar tudo o que o personagem conquistou.

Outro tipo é quando o autor busca mostrar que é igual ao leitor. “Eu entendo você, eu passei pelo que você está passando, eu tenho os mesmos sonhos…”. Com esse tipo de conexão é natural que a pessoa queira descobrir como você encontrou a solução – e consequentemente pode comprá-la.

Conheça a sua audiência

Para saber que tipos de histórias a sua audiência vai se identificar, é preciso ir além de informações mais gerais, como gênero, idade e cidade. O mais importante  de tudo é identificar a dor da sua audiência, que problemas ela enfrenta e como o seu produto digital será a melhor solução. Vale a pena estudar mais sobre o assunto para conseguir elaborar a persona do seu produto digital.

Crie títulos chamativos

O título ou a primeira frase de um anúncio, por exemplo, é o que precisa chamar mais atenção, já que é a primeira coisa que olhamos. Você precisa fazer com que o leitor engate a leitura e tenha curiosidade de continuar a saber mais sobre o que você tem a dizer. Gatilhos mentais podem ajudar nessa escrita.

Use dados para embasar sua narrativa

Falamos anteriormente que o nosso cérebro tem mais facilidade para reter histórias do que dados, mas é possível integrar os dois e deixar o storytelling ainda mais persuasivo. Isso acontece pois, além do fator emocional, o leitor vai perceber que a história está embasada em dados reais, e isso gera mais confiança. Busque por dados de fontes oficiais, órgãos de pesquisa ou use seus próprios dados de desempenho.

Conte a história em etapas

Para prender a atenção da sua audiência, a sua história precisa ter início, meio e fim, assim como em livros, filmes e séries. Veja algumas etapas que vão ajudar a construir a sua narrativa:

  • Tenha uma boa introdução, apresentando os personagens e o contexto, assim o leitor começa a se familiarizar e a se identificar com a história.
  • Desenvolva as consequências das atitudes tomadas pelo personagem e como elas se relacionam com o contexto. Coloque ganchos que vão instigando o leitor a chegar até o final.
  • O final da história vem acompanhado do Call do Action (CTA), ou seja, qual ação o leitor pode tomar, direcionando para a compra do seu produto digital.

Foque em desenvolver um conteúdo único e de qualidade

Esse é o momento de mostrar os diferenciais do seu produto digital e como a sua história é única. Se você se preocupar em sempre entregar conteúdos de valor para a sua audiência, esse visitante vai avançando pela jornada do comprador e terá mais potencial de se tornar um cliente.

Seja autêntico(a)

Não faltam exemplos de storytelling para você usar como inspiração, nos mais diferentes nichos, visto que essa é uma estratégia muito usada por produtores e afiliados digitais. No entanto, existe uma  linha tênue entre inspiração e cópia. Cuidado para não se basear em modelos e acabar copiando certas referências ao invés de buscar maneiras de mostrar autenticidade para o seu público. Tenha atenção também com informações falsas, pois isso pode comprometer a experiência do cliente e prejudicar a sua reputação.

>> Lembre-se: a melhor maneira de estruturar um bom storytelling é usando a sua própria história e de onde saíram as ideias que resultaram em seu produto digital!

>> Dica: a Rock Content publicou neste artigo 7 cases e exemplos de sucesso de histórias contadas por grandes marcas. Vale a pena conferir e se inspirar!

Não pare de estudar, testar e evoluir

Quando o assunto é escrita, sempre podemos melhorar e aprimorar com o tempo. Quanto mais você estudar e praticar, mais você será capaz de escrever boas narrativas e melhorar as vendas do seu produto digital.

Conheça a Soluzzi: contabilidade para o seu negócio digital

Já estamos torcendo para que as vendas do seu produto digital comecem a crescer ainda mais depois de você ter aprendido sobre o que é storytelling. Não esqueça apenas que, com as vendas bombando, mais responsabilidades vão aparecer.

Não conhecer bem as práticas e regras fiscais para produtores digitais pode gerar prejuízos e dores de cabeça que nenhum empreendedor quer enfrentar. Por isso é tão importante ter um contador de confiança e que seja especialista em negócios digitais para te auxiliar em todo o processo. Uma empresa de contabilidade pode dar todo o suporte nos assuntos fiscais e também em outras rotinas e obrigações contábeis.

Nós da Soluzzi Contadores somos uma empresa de contabilidade digital especializada em negócios e profissionais digitais e feita para quem deseja tomar decisões seguras e ágeis. Estamos sempre acompanhando de perto as tendências do mercado, trabalhando com as melhores ferramentas. A gente sabe bem o que é preciso para que a sua contabilidade e a sua gestão financeira fiquem em dia, sem limitar o crescimento da sua empresa.

Fale com um de nossos especialistas e descubra o que a Soluzzi pode fazer por você e pelo seu negócio digital:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Nossos endereços

Matriz:
R. Jose Gonçalves de Moraes, 153
João Berbel III – Cravinhos/SP
Cep: 14140-000
CRC: 2SP041251/O-0

Filial:
R. José Leal, 549
Alto da Boa Vista – Ribeirão Preto/SP
Cep: 14025-260
CRC: 2SP043269/O-4

Não deixe seu negócio sem uma CONTABILIDADE ESPECIALIZADA

Solicite uma proposta agora!