Renegociação de Dívidas do MEI: isso pode acabar com o seu negócio

Tempo de leitura: 13 minutos

A renegociação de dívidas do MEI é algo que você precisa ter muito cuidado junto ao seu negócio digital.

E digo isso sem exageros.

Afinal, não é novidade alguma que um dos países com a maior carga tributária do mundo é o Brasil.

Isso somado ao fato que ser pego desprevenido(a) quanto à mudança de regime tributário costuma gerar um grande impacto em qualquer empreendimento.

Convenhamos: se já é difícil atuar em um país que não incentiva o empreendedorismo da forma devida, imagina que, por mero descuido ou falta de organização, sua empresa sofra o desenquadramento do Simples Nacional, passe a atuar no Lucro Presumido e pague uma carga tributária ainda maior…

Esse cenário passa longe de ser o ideal para o crescimento e a consolidação do seu negócio digital, não é mesmo?

Assim, apesar da renegociação de dívidas do MEI ser apresentada como solução para os casos onde negócios não conseguiram dar conta das suas obrigações, a verdade é que isso pode representar o princípio do fim do seu empreendimento.

E sabe o porquê?

Porque, a depender da sua situação, por mais que você busque o acerto de contas, ao longo da sua jornada, outras obrigações vão surgir…e será que o seu negócio vai conseguir dar contas delas também?

Foi pensando nisso que a Soluzzi, contabilidade especializada em negócios digitais, elaborou um conteúdo sob medida para orientar você quanto à renegociação de dívidas do MEI, além de uma forma especial para não necessitar dela.

Dito isso, confira a seguir os pontos que vão ser tratados ao longo do artigo:

  • O que é Renegociação de Dívidas do MEI?
  • Renegociação de Dívidas do MEI: como fazer
  • Principais motivos que levam a Renegociação de Dívidas do MEI
  • Renegociação de Dívidas do MEI: como superar
  • Conheça a Soluzzi!

O que é Renegociação de Dívidas do MEI?

A renegociação de dívidas do MEI é o ajuste do cumprimento das parcelas mensais (débitos), — referentes aos tributos do Simples Nacional, que o microempreendedor individual deve cumprir para manter o desenvolvimento da sua atividade, de forma regular.

Em 2021, ficou decidido pelas autoridades responsáveis que não haveria negociação quanto às dívidas do MEI que deveriam ser pagas agora, em 2022.

No começo do ano (2022), as autoridades responsáveis pelo processo voltaram atrás na decisão e optaram pela promoção da renegociação das dívidas do MEI.

Observação: o prazo para renegociação em 2022 estava previsto para o dia 25 de fevereiro, mas foi estendido para 31 de março.

Basicamente, a renegociação das dívidas MEI consiste nas seguintes ações:

Microempreendedor Individual (MEI)

Enquanto MEI, sobre o valor total da dívida, você deve pagar 1%

Vale ressaltar que esse pagamento pode ser parcelado em até 8 meses.

Quanto ao valor restante da dívida, você tem a opção de realizar o pagamento em até 137 parcelas mensais, onde vai ocorrer a redução de 100% dos juros, das multas e também dos encargos.

Outros casos (Simples Nacional)

Esse caso se refere às empresas optantes pelo Simples Nacional com dívida de valor igual a R$72.720,00 ou correspondente à 60 salários mínimos — inscritas até o dia 31 de dezembro de 2021.

Elas devem proceder da seguinte forma:

O valor a ser dado como entrada equivale também a 1% do total da dívida e o mesmo pode ser pago em até 3 parcelas.

Para o restante do valor, há a opção de parcelamentos com descontos que podem ser de 35%, 40%, 45% ou até mesmo 50%.

Atente-se às informações passadas para que, assim, você possa tomar a melhor decisão para o seu empreendimento!

Renegociação de Dívidas do MEI: como fazer

Renegociação de Dívidas do MEI

Se você chegou à conclusão de que, no atual momento, o ideal é fazer a renegociação de dívidas do MEI, saiba que agora vou lhe ajudar com o passo a passo para que realize o seu desejo.

Afinal, tempo vale ouro!

E quanto mais você focar na sua atividade principal, sem perdê-lo com as secundárias, as complementares, maior vai ser a probabilidade de consolidar o seu  negócio, certo?

Portanto, conheça os 10 passos para a realização da renegociação de dívidas do MEI a seguir:

  1. Acesse o Portal Regularize e faça o cadastro através do CNPJ da sua empresa;
  2. Clique em “Negociar Dívida” e em seguida “Acesso ao Sistema de Negociações“;
  3. Após isso, vá “Menu Adesão” e depois em “Opção Transação“;
  4. Avance na tela de adesão de acordo de transação;
  5. Faça o mesmo que no passo 4 e avance, após selecionar a modalidade de transação;
  6. Selecione as inscrições que lhe interessam na transação e, após isso, siga as orientações que vão aparecer nas próximas telas;
  7. Clique em “Confirmar” e “Sim“;
  8. Acesse o “Documento de Arrecadação” para emitir o documento referente a primeira parcela;
  9. Faça o pagamento;
  10. Por último, acompanhe o status da negociação através da opção “Negociar Dívida” > “Acesso ao Sistema de Negociação” > “Consulta“.

Se você precisa da renegociação de dívidas do MEI, mãos à obra!

Porém, se deseja descobrir uma forma de não precisar mais dessa opção, leia este artigo até o final!

Vou revelar um segredo que vai blindar a sua empresa quanto a esse tipo de acontecimento.

Principais motivos que levam a Renegociação de Dívidas do MEI

Há alguns motivos que costumam promover a renegociação de dívidas do MEI.

Você já descobriu o que é a renegociação de dívidas do MEI e como fazê-las. 

Agora chegou a hora de se precaver contra possíveis deslizes frente às suas obrigações tributárias

Assim, é importante conhecer quais são os principais motivos que levam a sua empresa a essa situação.

Portanto, descubra quais são eles logo abaixo:

Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS)

Caso o CNPJ da sua empresa esteja com até 2 anos de atraso, — referente às parcelas do DAS —, saiba que você vai poder renegociar essa dívida.

Observação: se você quiser consultar a quantidade de parcelas que o seu empreendimento possui em débito, basta acessar o site da Receita Federal.

Bancos e Instituições Financeiras

Nesse caso, para fazer a renegociação  de dívidas do MEI, o ideal é que você faça um levantamento de todas as informações referente aos débitos que a sua empresa possui junto ao banco e/ou instituição financeira.

Após isso, você deve conversar com gerente para tomar conhecimento sobre as melhores opções para sanar essas dívidas.

Caso a taxa de juros não colabore, cogite a possibilidade de fazer uma portabilidade para outro banco/instituição financeira.

Assim, você terá mais opções para avaliar qual delas é mais interessante para sanar o seu débito.

Renegociação de Dívidas do MEI: como superar

No processo de renegociação de dívidas do MEI, há algumas formas de atenuar ainda mais o impacto gerado pelo débito.

A seguir, compartilho 4 dicas que vão ajudar o seu negócio quanto a essa questão:

  • Avalie o fluxo de caixa: é através da avaliação desse fluxo que você vai conseguir analisar de forma clara quais foram as movimentações responsáveis por causar dívidas no seu empreendimento. Além disso, vai ser através dessa avaliação que você vai conseguir definir ações para a recuperação do seu negócio;
  • Corte gastos: após avaliar o fluxo de caixa, você vai descobrir quais contas podem promover economia. Em algumas delas, você vai notar que havia gasto explícito e, em outras, oculto (tarifas bancárias, anuidade de cartão, etc);
  • Negocie com os seus fornecedores: manter um bom relacionamento com os seus fornecedores será indispensável para momentos como esse. Afinal, é nessa hora que você vai buscar a flexibilização de pagamentos junto aos mesmos para que assim possa aliviar os débitos das obrigações tributárias;
  • Não misture o pessoal com o empresarial: na contabilidade, há o princípio da entidade. Ele deixa claro o quanto é importante para uma empresa separar a conta empresarial da pessoal (referente ao seu proprietário). Isso é importante, pois muitos negócios, por não respeitarem esse princípio, deixam de cumprir as suas obrigações tributárias e precisam renegociar dívidas.

Interessante, não é mesmo?

Observação: agora vou compartilhar uma dica bônus. Ela vai ser capaz de proteger o seu empreendimento contra dívidas e surpresas indesejadas.

Veja logo abaixo! 

Conheça a Soluzzi!

O seu negócio não precisa chegar ao ponto de renegociação de dívidas do MEI para que, só assim, você aprenda o que deve ser feito para evitá-lo.

Nesse artigo, você descobriu o que é e como funciona a renegociação de dívidas do MEI, além dos principais motivos que colaboram para esse acontecimento.

E mais: dicas de como evitar que esse tipo de situação se repita.

Porém, entre essas dicas, há uma que vai ser capaz de causar uma verdadeira revolução no seu empreendimento.

Informei que ela seria uma dica bônus e agora compartilho a mesma contigo: utilize a contabilidade para evitar surpresas indesejadas, alcançar a consistência necessária e resultados exponenciais!

E sabe o porquê ela é capaz de realizar tudo isso?

Porque ela atua frente aos problemas tributários da sua empresa de forma preventiva e também por ser a linguagem do mundo dos negócios.

Vale ressaltar que a contabilidade promove informações seguras e estratégicas para uma tomada de decisão assertiva junto ao seu empreendimento.

Entretanto, com a contabilidade digital, você vai ser capaz de ter acesso a informações de um jeito ainda mais rápido, desfrutar de autonomia, flexibilidade, paz de espírito e assim não correr o risco de perder as oportunidades que surgirem.

Se deseja saber mais sobre como ter acesso a essas vantagens, clique no botão abaixo e saiba mais!

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Nossos endereços

Matriz:
R. Jose Gonçalves de Moraes, 153
João Berbel III – Cravinhos/SP
Cep: 14140-000
CRC: 2SP041251/O-0

Filial:
R. José Leal, 549
Alto da Boa Vista – Ribeirão Preto/SP
Cep: 14025-260
CRC: 2SP043269/O-4

Não deixe seu negócio sem uma CONTABILIDADE ESPECIALIZADA

Solicite uma proposta agora!