Vendas e-commerce: 10 lições para aumentar as vendas e fidelizar clientes

Tempo de leitura: 13 minutos

Entra ano, sai ano, e os números do e-commerce são cada vez mais promissores. Segundo expectativa da Ebit|Nielsen, as vendas do e-commerce no Brasil em 2021 devem crescer 26%, atingindo um faturamento de R$ 110 bilhões. Essa força no setor indica uma forte consolidação das lojas e também dos marketplaces, mas ao mesmo tempo que isso é uma boa notícia para as empresas, é um alerta para não se acomodar.

Com o mercado aquecido, mais empreendedores querem surfar essa onda, por isso é preciso muito trabalho e planejamento para se destacar, aumentar as vendas e fidelizar os clientes. O segredo está em não ficar parado e sempre acompanhar as principais tendências e novidades do setor. E mais do que aprender, colocar em prática, certo?

Selecionamos 10 lições que consideramos bem estratégicas para quem quer aumentar as vendas do e-commerce e ainda fidelizar os clientes. Anote tudo, avalie o que é coerente para o seu negócio e… boas vendas!

10 lições para aumentar as vendas no e-commerce

1. Mantenha as formas de pagamento atualizadas

A falta de opções de pagamento é um dos principais motivos que levam as pessoas a abandonarem o carrinho de compras. O mais indicado é trabalhar com diversas formas de pagamento, desde que façam sentido para o seu negócio e não prejudiquem as finanças e nem a sua operação. Uma modalidade que os e-commerces precisam ficar de olho é o Pix, que já está sendo bem utilizado e aceito pelos consumidores.

Além de oferecer essa variedade, procure passar credibilidade e segurança no momento da compra. Avalie quais selos e certificados são relevantes no seu ramo de atuação e faça todas as medidas necessárias para deixar a sua loja virtual segura. Muitos usuários fazem essa checagem olhando o cadeado ao lado da URL.

vendas ecommerce

2. Aposte em técnicas de venda

Testar e testar! A ideia aqui é explorar técnicas de venda que podem ajudar a aumentar as vendas do e-commerce e também o ticket médio. O cross selling, por exemplo, é uma técnica bem famosa que tem como objetivo oferecer produtos que combinem com o que está sendo comprado. Oferecer kits com itens semelhantes ou apenas fazer a sugestão de outro produto já pode render ótimos resultados. Veja que exemplo interessante:

vendas e-commerce

3. Preste atenção no abandono de carrinho

Diversos fatores podem motivar o abandono do carrinho, por isso é bem importante analisar de perto o que pode estar acontecendo. Frete, prazo de entrega, preço, falta de formas de pagamento são alguns casos bem comuns. Uma dica legal é enviar um e-mail para esse potencial cliente lembrando que o processo de compra ficou parado e personalizar para deixar a proposta mais atrativa. Você pode incluir o link direto para o carrinho e oferecer novas condições, se possível – um cupom de desconto, por exemplo, pode motivar a compra. Mas cuidado com descontos: avalie bem o que você consegue “bancar” para fechar essa venda. Veja outro exemplo:

ecommerce

4. Trabalhe com influenciadores digitais

Não dá pra negar que eles dominam as redes sociais. Trabalhar com influenciadores é uma maneira de aumentar as vendas do e-commerce e ainda criar um vínculo de autoridade e confiança com o seu público. No entanto, é importante ter em mente que nem sempre um mesmo influenciador pode falar sobre todos os temas. O mais estratégico a se fazer é buscar os influenciadores que trabalhem no mesmo nicho que você, pois a probabilidade dos seguidores se conectarem com a sua marca é muito maior. Ou seja, antes de sair contratando “qualquer” influenciador, é importante fazer uma análise desse perfil. Outra dica: número de seguidores não é sinônimo de resultados, ok? É claro que você deve levar isso em consideração, mas é importante pedir outros dados de engajamento. Se você quer começar a trabalhar com marketing de influência, pode ser bem interessante buscar por micro-influenciadores do seu nicho.

5. Potencialize suas redes sociais e o envio de emails

Se o seu e-commerce ainda não está presente nas redes sociais, já passou da hora de repensar sobre isso. Mantenha uma estratégia de conteúdo interessante para o seu público, sempre focando no engajamento e em oferecer conteúdos de valor – não fique apenas focado em vender. Vale a pena também investir em boas fotos dos seus produtos.

Um exemplo legal de variedade de conteúdo:

dicas ecommerce

Mas também ficar dependendo exclusivamente das redes sociais pode ser perigoso. Um cenário improvável, mas que vale a pena refletir: e se o Instagram acabar? Como os seus seguidores vão lembrar de você? Por isso, valorize muito a sua lista de e-mails e mantenha uma estratégia de envios ativa. Você pode apresentar ofertas, presentear clientes aniversariantes, divulgar um conteúdo novo, reconquistar um cliente e por aí vai. Procure manter uma boa frequência de envios, mas também variando os assuntos. Ficar enviando apenas ofertas pode acabar “cansando” o seu cliente.

Para ficar no seu radar: A Lei Geral de Proteção de Dados já está em vigor no Brasil. Muitas empresas que trabalham com tratamento de dados vão precisar se adequar à lei. O consentimento é um dos pilares da LGPD – tenha cuidado com isso e veja com profissionais especializados quais outras mudanças podem ser necessárias para o seu caso e evite penalidades no futuro.

6. Configure uma loja no Instagram

Você já deve ter visto que o Instagram possui uma aba para compras. Essa é uma ótima estratégia para gerar vendas diretamente na rede social e complementar com outras publicidades. Você consegue marcar na publicação o produto que está disponível no seu e-commerce, o que acaba sendo muito ilustrativo para os seguidores. Para saber mais sobre essa configuração, você pode acessar o passo a passo do próprio Instagram.

vendas e-commerce

7. Veja o que os “grandes” estão fazendo

Uma maneira de acompanhar de perto as tendências do e-commerce é observando o que empresas maiores e já consolidadas no mercado estão fazendo. A ideia não é copiar, mas buscar insights e aprendizados. Salve suas referências e veja o que pode aprender com elas de tempos em tempos.

Veja alguns pontos que podemos observar visitando apenas a home da C&A:

Captura De Tela 2021 02 02 Às 13.36.02 - Contabilidade em Cravinhos - SP | Soluzzi Contadores
e-commerce
  • cupom de desconto para primeira compra
  • suporte no WhastApp
  • departamentos e categorias bem definidos
  • promoções
  • experiência omnichannel (compra online e retira na loja)
  • fotos e artes bem ilustrativas e coerentes com a marca

8. Faça a análise de métricas e resultados

Queremos te incentivar a colocar várias ações em prática que ajudem a alavancar as vendas do e-commerce, mas para saber o que está funcionando e o que é preciso ajustar, é fundamental acompanhar algumas métricas da sua loja. Taxa de conversão, número de vendas, ticket médio, taxa de abandono de carrinho e taxa de devoluções são alguns exemplos. Vale a pena se aprofundar no assunto ou contar com a ajuda de profissionais. Tente fazer essa análise pelo menos uma vez por mês.

9. Crie um programa de fidelização

Atrair novos clientes é fundamental para qualquer e-commerce, mas não podemos esquecer dos usuários que já são clientes. São pessoas que já confiaram na sua marca e que se tiverem necessidade e se foram bem atendidas, podem comprar novamente. Pode acabar até sendo mais “barato” incentivar uma nova compra do que atrair um novo cliente. Você já possui uma série de dados sobre esse cliente: aproveite essas informações e não suma do mapa! O programa de fidelização depende muito do segmento de atuação e dos produtos vendidos – comece pensando na experiência de compra e na personalização desse serviço. Precisa ser algo exclusivo para clientes, para que as pessoas percebam valor.

dicas e-commerce

10. Mantenha a contabilidade em dia

De nada adianta as vendas estarem bombando, se a sua contabilidade está desorganizada. Uma assessoria contábil, além de contribuir para a gestão financeira e patrimonial do seu negócio, vai dar todo o super necessário com obrigações tributárias e fiscais. Furos no caixa ou estar enquadrado no regime tributário errado, por exemplo, podem dar muita dor de cabeça no futuro.

Nós da Soluzzi Contadores somos uma empresa de contabilidade digital especializada em negócios digitais e estamos sempre acompanhando de perto as tendências do mercado, trabalhando com as melhores ferramentas. A gente sabe bem o que é preciso para que a sua contabilidade fique em dia, sem limitar o crescimento do seu negócio.

Fale com um de nossos especialistas e descubra o que a Soluzzi pode fazer pelo seu e-commerce:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Nossos endereços

Matriz:
R. Jose Gonçalves de Moraes, 153
João Berbel III – Cravinhos/SP
Cep: 14140-000
CRC: 2SP041251/O-0

Filial:
R. José Leal, 549
Alto da Boa Vista – Ribeirão Preto/SP
Cep: 14025-260
CRC: 2SP043269/O-4

Não deixe seu negócio sem uma CONTABILIDADE ESPECIALIZADA

Solicite uma proposta agora!