Empreendedorismo digital: como começar e as principais tendências para 2021

Tempo de leitura: 11 minutos

A ideia de empreender e de tocar o próprio negócio de qualquer lugar do mundo não é bem uma novidade, graças à crescente presença da internet em nossa rotina. Mas não podemos negar que em 2020 essa tendência ganhou forças e o empreendedorismo digital acabou sendo a saída para muitas pessoas se destacarem em meio a crise da pandemia causada pelo coronavírus.

Muitos empreendedores começaram do zero e tantos outros adaptaram o negócio físico para o meio digital. Um exemplo claro disso foi o crescimento das vendas em e-commerces: o faturamento de lojas online cresceu 47% no 1º semestre de 2020, em comparação com o mesmo período de 2019. É a maior alta do setor em 20 anos, conforme um levantamento da Ebit/Nielsen.

Tendências sempre geram boas oportunidades de negócio, mas só “surfar essa onda” não basta para alcançar bons resultados. É preciso colocar a mão na massa e ter boa organização financeira, principalmente para sair na frente da concorrência e não correr o risco de quebrar com o passar do tempo. Um olho no presente e o outro no futuro, caro(a) leitor(a)!

O que é empreendedorismo digital

Empreendedorismo digital nada mais é do que um negócio que tem a sua operação organizada totalmente na internet, ou pelo menos grande parte dela. Geralmente dispensa alto investimento em espaço físico – muitos empreendedores digitais trabalham em casa, por exemplo – e o atendimento presencial – um grande diferencial para empreendedores que precisam enfrentar o isolamento social. É possível comercializar serviços, produtos e até mesmo conhecimento. Vamos falar mais sobre os tipos de negócios digitais daqui a pouco.

Principais vantagens

  • Mobilidade: você pode empreender remotamente, ou seja, de qualquer lugar do mundo – basta ter uma boa conexão de internet e uma operação já bem organizada.
  • Escalabilidade: é possível crescer muito no mercado digital, sem aumentar os investimentos e custos fixos na mesma proporção. Pode variar de caso para caso, mas geralmente é mais fácil escalar um negócio online do que uma loja física.
  • Horários flexíveis: você tem que trabalhar e colocar a mão na massa para que o seu negócio seja um sucesso, mas sem dúvidas os seus horários são mais flexíveis e você pode até escolher trabalhar em períodos que rende mais.
  • Economia de custos fixos e investimento inicial: é possível economizar muito, principalmente em despesas como aluguel, água, luz, e por aí vai. Tudo depende do modelo de negócio escolhido, mas a tendência é ter custos de operação e investimentos mais baratos.
  • Facilidade de atingir mais pessoas: se em uma loja física você atende somente as pessoas do seu bairro, por exemplo, na internet você pode vender para pessoas de todo o Brasil!

Como começar a empreender na internet

O primeiro passo é ter um computador e uma boa internet! Mas se você quer ter um negócio digital lucrativo e se destacar dos seus concorrentes, é preciso ir além:

  • De preferência, escolha um nicho de mercado que você tenha afinidade ou domínio do assunto;
  • Tenha um bom planejamento e um modelo de negócios sólido;
  • Dê valor para profissionais que vão ajudar em sua jornada, mas invista em conhecimentos prévios – pode ser bem interessante estudar marketing digital, principalmente se no começo do seu negócio é você que será o responsável por tocar a divulgação e cuidar das redes sociais;
  • Invista em aperfeiçoamento profissional, em estudos sobre o mercado e em ferramentas que ajudem na gestão do seu negócio;
  • Analise constantemente os resultados, para fazer melhorias e mudanças quando necessário;
  • Tenha uma contabilidade organizada – não é por que o seu negócio é digital que você não terá responsabilidades com o Fisco; 
  • Seja criativo e original;
  • Valorize a experiência de compra do cliente – lembre-se que quem comprou uma vez, pode comprar de novo e indicar para outras pessoas;
  • Fique sempre ligado nas datas comerciais, como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Natal, etc.
empreendedorismo digital

8 tendências de empreendedorismo digital para 2021

1. Produtor Digital

Certamente uma das tendências de empreendedorismo digital mais fortes dessa lista! As possibilidades de negócio são bem amplas e a ideia é que você trabalhe com o que tem muita experiência. Qualquer pessoa que é especialista em determinado assunto e quer compartilhar esse conhecimento com outras pessoas através de conteúdos online pode ser considerada um(a) produtor(a) digital. Guias, e-books e cursos são os principais formatos de um produto digital. Hotmart, Eduzz e Monetizze são grandes referências para quem quer vender um produto digital.

Leia também – Produto digital: como criar do zero e o que é preciso para comercializar

2. Afiliado Digital

O papel de um afiliado digital é como de um vendedor. Esse profissional indica produtos digitais feitos por outras pessoas – os produtores digitais – e, consequentemente, recebe comissões pelas vendas realizadas. Hotmart, Eduzz e Monetizze possuem programas de afiliados bem interessantes. Entre as principais vantagens estão a possibilidade de começar a empreender sem fazer um grande investimento inicial e a de trabalhar com temas que você tem mais afinidade.

Leia também – Como ser um afiliado digital: o que você precisa saber sobre a profissão do futuro

3. E-commerce

Outra forte tendência de empreendedorismo digital. Em 2020 os números foram positivos e a nossa aposta é que em 2021 continue assim! Um dos motivos para isso é o fato da pandemia ter motivado pessoas a comprarem na internet e que até então não tinham confiança ou acessibilidade para isso. Temos novos consumidores que aprenderam a comprar online e gostaram da experiência. Se você quer abrir um novo e-commerce ou migrar a sua loja física, recomendamos fortemente a leitura de alguns materiais:

[8 dicas práticas] para acertar na precificação de produtos do seu e-commerce

Contabilidade para e-commerce: por que contratar um contador especializado

[Guia Definitivo Gratuito] 17 dicas para potencializar as vendas do seu e-commerce

4. Marketplace

Outro modelo de negócio digital que vem ganhando popularidade entre empreendedores e consumidores. O marketplace funciona como um shopping center, que em uma única estrutura oferece vários produtos de diferentes marcas e segmentos. Certamente você já ouviu falar em grandes marketplaces brasileiros e até mesmo já fez algumas comprinhas: Amazon, Magazine Luiza, Mercado Livre, entre outros.

A diferença do marketplace para o e-commerce, é que o marketplace funciona como um shopping virtual, onde várias lojas vendem produtos no mesmo lugar. Já o e-commerce é uma loja online própria, exclusiva da sua marca.

Leia também – O que é marketplace e por que esse conceito é importante para o seu negócio online

5. Dropshipping

Relativamente novo no Brasil, vale a pena ter esse modelo de negócio digital no seu radar. Basicamente estamos falando de lojas virtuais que vendem produtos de terceiros, mas que deixam o processo de venda e entrega nas mãos desses fornecedores. Isso significa que o responsável pela loja não possui o estoque dos produtos e trabalha em parceria com o fornecedor.

Leia também – O que é dropshipping e o que você precisa saber para regularizar a operação

6. Prestação de serviços online

Empreender na internet não significa apenas vender produtos. Muitas empresas de prestação de serviços podem adaptar seus negócios para atender digitalmente e de forma remota. Advogados, consultores, contadores, nutricionistas e psicólogos são exemplos de profissionais que podem explorar os benefícios de atender por e-mail, chamadas de vídeo e até mesmo WhatsApp.

Nós da Soluzzi somos uma empresa de contabilidade digital e somos especialistas em negócios digitais. Estamos em São Paulo, mas atendemos clientes de todo o Brasil! Mais praticidade, agilidade e segurança para o seu negócio.

7. Desenvolvimento de sites e aplicativos

Temos que considerar a crescente demanda de empreendedores que querem migrar seu negócio para o meio digital e os que estão começando mesmo. Isso significa que os profissionais que desenvolvem sites e aplicativos também podem aproveitar essa tendência para empreender digital e remotamente.

8. Marketing digital

Quem não é visto não é lembrado! Assim como empreendedores digitais vão se preocupar em ter sites e até mesmo aplicativos, o marketing é outro pilar que certamente será valorizado, principalmente por aqueles que querem se destacar nas redes sociais. Isso significa que profissionais e agências de marketing digital podem se beneficiar e muito da crescente demanda dos negócios digitais.

Soluzzi: a contabilidade digital para o seu negócio digital

Para seguir no caminho certo do empreendedorismo digital e ter um negócio lucrativo, é muito importante manter a contabilidade e a gestão financeira em dia. Nada melhor do que contar com aliados que são especialistas no assunto, né?

Nós da Soluzzi Contadores somos especialistas em negócios digitais e queremos garantir que tudo fique em ordem com a comercialização dos seus produtos ou serviços, assim como o enquadramento tributário da sua empresa.

Podemos orientar você em todo o processo, desde a abertura da empresa até a gestão contábil do seu negócio. Estamos sempre acompanhando de perto as tendências e trabalhamos com as melhores ferramentas do mercado. Assim a gente sabe o que é preciso para a sua contabilidade estar em dia sem limitar o seu crescimento!

Deixe a parte burocrática do seu negócio digital com a gente! Fale com um de nossos especialistas e descubra o que a Soluzzi pode fazer pela sua empresa:

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Nossos endereços

Matriz:
R. Jose Gonçalves de Moraes, 153
João Berbel III – Cravinhos/SP
Cep: 14140-000
CRC: 2SP041251/O-0

Filial:
R. José Leal, 549
Alto da Boa Vista – Ribeirão Preto/SP
Cep: 14025-260
CRC: 2SP043269/O-4

Não deixe seu negócio sem uma CONTABILIDADE ESPECIALIZADA

Solicite uma proposta agora!